• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Proteção da Virgem de Fátima é importante para fim da guerra na Síria, diz Arcebispo

23.10.2016

 

Foto: Nossa Senhora de Fátima

 

 

Lisboa- A imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima levará consolo aos cristãos de Aleppo, na Síria, e para o Arcebispo maronita, Dom Joseph Tobji, a proteção da Virgem de Fátima tem uma grande importância para o fim da guerra nesse país.

 

Dom Joseph Tobji, que se encontra em Damasco em uma reunião com os demais bispos sírios, declarou ao escritório de Lisboa, Portugal, da Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (ACN) que “é muito importante receber a imagem pois isso significa que a Rainha da Paz protege, com a sua intercessão, o nosso país, a amada Síria martirizada”.

 

No dia 13 de outubro, ao encerrar a última peregrinação internacional ao Santuário de Fátima deste ano, o Bipo de Leiria-Fátima, Dom António Marto, abençoou uma imagem de Nossa Senhora de Fátima para a “diocese mártir” de Aleppo.

 

A oferta da imagem, segundo o Santuário mariano, se dá em resposta a um pedido feito por Dom Tobji ao reitor, Pe. Carlos Cabecinhas.

 

De acordo com a Fundação ACN, o Arcebispo maronita afirmou que precisam de orações pela população de Aleppo, “sobretudo da Santíssima Virgem Maria. Além disso, como em 2017 será celebrado o centenário das aparições, Dom Joseph Tobji sublinhou que a ida da imagem para a região “ganha um duplo significa, pois além da intercessão, nós pedimos a Nossa Senhora a nossa conversão, a da nossa Igreja e de todo o mundo”.

 

A situação de guerra civil em que se encontra a Síria têm causado grandes apreensões entre a comunidade internacional e tem levado a Igreja a lançar diversos apelos no sentido de um entendimento que permita o fim do conflito.

 

Nesse sentido, a Fundação ACN organizou, a nível internacional, na última terça-feira, uma grande Jornada de Oração que mobilizou milhares de crianças em diversos países e que teve um enorme envolvimento da comunidade cristã na própria Síria, em especial na cidade de Aleppo.

 

O Arcebispo maronita ressaltou a grandeza desse gesto, uma vez que “a oração das crianças pela paz na Síria significa a união do corpo místico da Igreja com um dos seus membros que está doente e que transporta a cruz, a da guerra”.

 

“Esta oração – acrescentou – é também um pedido à graça da Santíssima Virgem Maria, sobretudo simbolizada na Regina de Fátima”.

 

Please reload

DESTAQUE

21 sugestões para viver melhor esta Sexta-Feira Santa

18 Apr 2019

1/10
Please reload

April 18, 2019

April 18, 2019

Please reload