• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Santuário São Judas Tadeu em São Paulo

27.10.2016

 

São Judas Tadeu

 

Biografia

 

São Judas Tadeu era natural de Caná da Galiléia, na Palestina. Sua família era constituída do pai, Alfeu (ou Cléofas) e a mãe, Maria Cléofas. Eram parentes de Jesus. O pai, Alfeu, era irmão de São José; a mãe, Maria Cléofas, prima irmã de Maria Santíssima. Portanto, Judas Tadeu era primo irmão de Jesus. O irmão de Judas Tadeu, Tiago, chamado o Menor, também foi discípulo de Jesus.

 

A Bíblia trata pouco de Judas Tadeu. Mas aponta o importante: Judas Tadeu foi escolhido por Jesus, para apóstolo (Mt 10,4). É citado explicitamente nas Escrituras pelo evangelista João (Jo 14,22). Na ceia, Judas Tadeu perguntou a Jesus: "Mestre, por que razão hás de manifestar-te só a nós e não ao mundo?" Jesus lhe respondeu afirmando que teriam manifestação dele todos os que guardassem sua palavra e permanecessem fiéis a seu amor.Após ter recebido o dom do Espírito Santo, Judas Tadeu iniciou sua pregação na Galiléia. Passou para a Samaria e Iduméria e outras populações judaicas. Pelo ano 50, tomou parte no primeiro Concílio, o de Jerusalém. Em seguida, foi evangelizar a Mesopotâmia, Síria, Armênia e Pérsia. Neste país recebeu a companhia de outro apóstolo, Simão.

 

A pregação e o testemunho de Judas Tadeu impressionaram os pagãos que se convertiam. Isto provocou a inveja e fúria contra o apóstolo, que foi trucidado, a golpes de cacetes, lanças e machados. Isso, pelo ano 70. São Judas Tadeu foi mártir, quer dizer: mostrou que sua adesão a Jesus era tal, que testemunhou a fé com a doação da própria vida.

 

A brevíssima Carta de São Judas, que está na Bíblia, é uma severa advertência contra os falsos mestres e um convite a manter a pureza da fé. Nos versículos 22-23 propõe pontos fundamentais de um programa de vida cristã: fé, oração, auxílio mútuo, confiança na misericórdia de Jesus Cristo.

 

A imagem de São Judas tem o livro, que é a Palavra que ele pregou e a machadinha, com a qual foi morto. Os restos mortais, após terem sido guardados no Oriente Médio e na França, foram definitivamente transferidos para Roma, na Basílica de São Pedro.

 

Devoção

 

Devoção a São Judas Tadeu

 

A devoção a São Judas Tadeu nasceu aqui, na cidade de São Paulo, e espalhou-se pelo Brasil afora. Aconteceu no Jabaquara um fenômeno impressionante: sem aparição, a devoção a São Judas Tadeu passou a crescer e o próprio povo fez do Santo um intercessor amigo e confiável para levar a Deus os pedidos mais urgentes e difíceis. Foi o próprio povo que deu a São Judas o título de "O Santo dos desesperados", expressão de devoção e confiança. Essa religiosidade traz pessoas de todos os cantos da grande São Paulo para o Jabaquara, o que mostra a característica urbana do santuário. Mas, também de outras cidades, chegam devotos até o santuário. A caminhada da devoção, inicialmente centrada no indivíduo, embora lenta, vai abrindo o devoto para uma visão mais comunitária da religião e do compromisso com os irmãos.

A primeira festa para o Santo Padroeiro foi celebrada no dia 28 de outubro de 1940. Com o apoio da comunidade e o incentivo do primeiro pároco, já no ano seguinte, ela passou a acontecer no dia 28 de cada mês. A Paróquia/Santuário de São Judas Tadeu, recebe todos os meses, no dia 28, cerca de 60 mil de devotos. Mas é em outubro a grande festa de São Judas Tadeu, quando a concentração de fiéis explode no Jabaquara.

 

Mais de 250 mil pessoas visitam o Santuário neste dia. É uma festa essencialmente religiosa em que os devotos vêm pedir e agradecer ao Santo de sua devoção. Para acolher a tantos que chegam, o Santuário prepara-se com bastante antecedência. Além dos padres, irmãos e funcionários da paróquia, cerca de 700 voluntários estão presentes com sua dedicação.

 

Para o povo é a festa de seu Santo milagroso, o Santo das causas impossíveis, o poderoso intercessor, amigo, apóstolo e parente de Jesus Cristo, nosso Salvador.

 

Oração

 

Oração a São Judas Tadeu

 

 

São Judas Tadeu, apóstolo escolhido por Cristo,
eu vos saúdo e louvo pela fidelidade e amor
com que cumpristes vossa missão.

Chamado e enviado por Jesus,
sois uma das doze colunas que sustentam
a verdadeira Igreja, fundada por Cristo.

Inúmeras pessoas, imitando vosso exemplo
e auxiliadas por vossa oração,
encontram o caminho para o Pai,
abrem o coração aos irmãos
e descobrem forças para vencer o pecado
e superar todo o mal.

Quero imitar-vos, comprometendo- me
com Cristo e com sua Igreja,
por uma decidida conversão a Deus e ao próximo,
especialmente o mais pobre.

E, assim convertido, assumirei a missão de viver
e anunciar o Evangelho,
como membro ativo de minha comunidade.
Espero, então, alcançar de Deus a graça que imploro
confiando na vossa poderosa intercessão.

(Faça o pedido da graça a ser alcançada…)

São Judas Tadeu, rogai por nós!

Amém!

 

Relíquia

 

A relíquia de São Judas que temos é um pedaço de osso dele. O relicário é usado para dar a bênção nos dias 28 de cada mês. A relíquia chegou até nós em 1945 ou 1946 por meio de um padre capelão militar. Este, durante a guerra, serviu a um convento de religiosas, na Itália. Finda a guerra, o padre recebeu de presente, das Irmãs, a relíquia de São Judas, que foi posteriormente doada ao Santuário São Judas Tadeu. Junto, um documento garantindo a autenticidade da relíquia.

 

Ao final das missas celebradas no dia 28 de cada mês é tradicional, aqui no Santuário, a bênção dos fiéis e objetos de devoção - como cruzes, medalhas, velas e chaves - com a relíquia de São Judas Tadeu. O padre pega o relicário com as duas mãos, e, enquanto profere a oração da bênção de São Judas, faz o sinal da cruz sobre a assembleia com o relicário.

 

A relíquia, muito pequena, que fica dentro do relicário é um fragmento do osso do fêmur do Apóstolo e Mártir São Judas Tadeu, enviado ao nosso Santuário pelo Vaticano na época da sua fundação, na década de 1940. Essa relíquia é fixa, isto é, nunca saiu do Santuário.

 

Relíquia peregrina de São Judas Tadeu


A Paróquia/Santuário São Judas Tadeu adquiriu no ano de 2007 uma segunda relíquia de São Judas Tadeu, diferente daquela utilizada para as bênçãos dos fiéis ao final das missas todo dia 28 no Santuário, desde 1940.

 

Mas assim como a primeira, esta segunda relíquia também consiste num pequeno fragmento de osso do apóstolo e mártir São Judas Tadeu, com certificado de autenticidade emitido pelo Vaticano.

 

Essa segunda relíquia, chamada peregrina, é destinada a visitar Capelas e Comunidades do Brasil dedicadas a São Judas Tadeu. Para agendar uma peregrinação dessa Relíquia de São Judas Tadeu, por alguns dias em sua Comunidade, entre em contato com a Secretaria de Pastoral da Paróquia/Santuário São Judas Tadeu e fale com a Fernanda, tel. (11) 5072.9928 / 3504.5700.

 

 

Paróquia Santuário São Judas Tadeu - Jabaquara - São Paulo

 

Missas

 

Programação do Santuário

 

 

VÉSPERA DA FESTA – 27/10 (Quinta-feira)

 

15h (Igreja Nova) – Missa Solene seguida de ladainha em louvor a São Judas Tadeu e procissão dentro da Igreja.

SÍMBOLO – A pia batismal e o círio pascal

Presidente: Pe. Sérgio José Hemkemeier, scj

Responsabilidade: Equipe SAL

Equipe de Música:

Animador: Pe. André

Cerimoniário: Fratres do IMSJT

Demais horários de missa como de costume: 07h, 09h, 12h, 17h e 20h.

 

 

Missas de hora em hora: Das 05h às 17h.

Missas dentro da Igreja Nova: 05h, 06h, 07h, 08h, 09h, 11h, 14h e 16h.

Missas campais (na avenida): 10h, 12h, 13h, 15h, 17h e 20h (Missa Solene).

Missas irradiadas: Ás 17h (Radio Capital AM 1040Khz). Às 20h (Rádio 9 de Julho AM 1600Khz).

 

Procissão com a imagem de São Judas Tadeu: Saída às 18h30 da Igreja Nova percorrendo as ruas próximas. Retorno previsto para 19h30.

Motivação para a saída da procissão: Pe. André

Responsabilidade: Equipe SAL

Animador da Procissão: Pe. Damião

Equipe de Música:

Cerimoniários: Fratres do IMSJT

Acolhida da Procissão na volta: Pe. José Ronaldo

 

MISSA SOLENE (CAMPAL): 20h.

Presidente: Dom Odilo Pedro Scherer (Cardeal-Arcebispo da Arquidiocese de São Paulo). Concelebram Dom José Roberto Fortes Palau (Bispo Auxliar da Região Episcopal Ipiranga) e padres da Paróquia-Santuário.

Responsabilidade: Equipe SAL

Comentarista: Pe. José Ronaldo

Equipe de Música:

Cerimoniários: Pe. Pedro / Fratres do IMSJT

 

APRESENTAÇÃO MUSICAL

Após a Missa Solene Campal das 20h haverá apresentação musical com os padres do Santuário.

 

CONFISSÕES

Das 05h às 19h no Salão Dehon. Entrada pelo corredor 149 (Al. dos Guaiós, rua atrás das igrejas).

 

PREPARAÇÃO PARA AS CONFISSÕES

Na sala 8.

Responsabilidade: Sami e equipe de leigos.

Formação e orientação da equipe: Pe. Cláudio

 

ACOLHIDA E ORIENTAÇÃO DOS DEVOTOS NA SALA DAS CONFISSÕES

Responsabilidade: Catequese.

 

BÊNÇÃOS

Das 05h às 21h30 na Sala São Judas.

 

VELÁRIO

Aberto das 05h às 22h.

 

SECRETARIA PAROQUIAL

Aberta das 05h às 22h.

 

ÁGUA BENTA

Ao lado da porta da Secretaria, das 07h às 18h.

 

LOJA DE ARTIGOS RELIGIOSOS

Aberta das 05h às 22h.

 

ATENDIMENTO DE ORIENTAÇÃO FAMILIAR

Ao lado da Secretaria Paroquial (na Capela de Bênçãos) das 08h às 17h.

 

 

Fonte: http://saojudas.org.br/site/

Please reload

DESTAQUE

21 sugestões para viver melhor esta Sexta-Feira Santa

18 Apr 2019

1/10
Please reload

April 18, 2019

April 18, 2019

Please reload