• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Não se paga para ver o Papa!

13.01.2017

 

Cidade do Vaticano  – Espertalhões e delinquentes: assim o Papa definiu quem vende bilhetes para as audiências pontifícias.

 

Ao final do encontro semanal com os fiéis, Francisco pediu que lessem o que estava escrito atrás do bilhete para participar da Audiência Geral: “Está escrito em uma, duas, três, quatro, cinco e seis línguas: ‘O bilhete é inteiramente gratuito’".

 

O Pontífice recordou que para entrar na Audiência, seja na Sala Paulo VI, seja na Praça S. Pedro, não se deve pagar: “É uma visita gratuita que se faz ao Papa, para falar com o Papa, com o Bispo de Roma. Mas soube que há espertalhões que cobram pelos bilhetes. Se alguém disser que para participar da audiência com o Papa é preciso pagar, estão trapaceando: fique atento! Aqui se vem sem pagar, porque esta é casa de todos. E quem diz que tem que pagar, mas isso é um crime, não sei… aquele homem, aquela mulher é um delinquente. Isto não se faz: entenderam?”.

 

Francisco se refere a agências turísticas que cobram para retirar o bilhete em sua sede ou recebê-lo no hotel em que está hospedado. Para reservar, o departamento responsável é a Prefeitura da Casa Pontifícia.

 

No site, há as seguintes indicações:

Informações acerca da reserva de bilhetes

Escrever para: Prefeitura da Casa Pontifícia
00120 Cidade do Vaticano

Fax: + 39 06 6988 5863

 

Indicando:

Data da Audiência Geral ou Celebração Litúrgica

Número de bilhetes requeridos

Nome / Grupo

E-mail

Endereço de correio

Telefone e fax

 

Aviso importante: OS BILHETES SÃO INTEIRAMENTE GRATUITOS e deverão ser retirados no Serviço instituído para o efeito situado dentro da Sala Paulo VI a partir:

 

AUDIÊNCIAS GERAIS, das 15h00 à 19h00 no dia anterior ou mesmo na manhã da Audiência das 07h00 às 10h00.

 

CERIMÔNIAS, desde o dia anterior ou por comunicação prévia.

 

Aviso:

Todos os pedidos de bilhetes, para participar das celebrações dos dias 24 de dezembro, 31 de dezembro e 1º de janeiro, que cheguem a este Departamento depois do dia 8 de dezembro não serão tidos em consideração.

 

Please reload

DESTAQUE

21 sugestões para viver melhor esta Sexta-Feira Santa

18 Apr 2019

1/10
Please reload

April 18, 2019

April 18, 2019

Please reload