• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Dom Carlos Alberto dos Santos é nomeado bispo de Itabuna (BA)

01.02.2017

 

Renúncia apresentada por dom Czeslaw Stanula foi acolhida pelo papa Francisco

 

O papa Francisco aceitou o pedido de renúncia ao governo pastoral da diocese de Itabuna (BA) apresentado por dom Czeslaw Stanula. No mesmo ato, o pontífice nomeou como novo bispo diocesano, dom Carlos Alberto dos Santos, que atualmente é bispo da diocese de Teixeira de Freitas (BA).

 

Sergipano, 61 anos de idade, ordenado padre em 1983, em Tobias Barreto (SE), dom Carlos Alberto dos Santos foi nomeado bispo em 15 de junho de 2005 e ordenado em 26 de julho do mesmo ano, em Aracaju (SE).

 

Atividades

Dom Carlos Alberto cursou Filosofia em Lorena (SP) e Teologia no Instituto Salesiano Pio XI, em São Paulo (SP). Em sua trajetória antes do episcopado, já atuou como reitor do seminário provincial Nossa Senhora da Conceição, em Aracaju (SE). Também foi responsável pela Pastoral Vocacional da arquidiocese de Aracaju (SE), assim como já foi membro do Conselho Presbiteral, do Colégio de Consultores e assistente espiritual arquidiocesano do Apostolado da Oração. Seu lema episcopal é "Per Mariam ad eucharistiam".

 

Dom Stanula

O agora bispo emérito de Itabuna, dom Czeslaw Stanula, é polonês e já atuou em seu país, na Argentina e no Brasil, especialmente no estado da Bahia, onde exerceu boa parte de sua missão desde o sacerdócio nas missões populares. Dom Czeslaw foi bispo de Floresta (PE), entre 1989 e 1997; atuou como animador da Vida Consagrada no Regional Nordeste 2 da CNBB e foi membro da Comissão Episcopal de Pastoral no regional, onde também foi o responsável pela Família e pela Comunicação. No regional Nordeste 3, foi bispo referencial da Pastoral Familiar, dos Leigos e da Renovação Carismática. Dom Stanula também foi presidente do regional Nordeste 3 da CNBB.

 

Saudação da CNBB a dom Carlos Alberto dos Santos

 

Prezado Irmão.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB está ao senhor neste momento em que é feito o anúncio de sua nomeação pelo Papa Francisco como bispo de Itabuna (BA). Manifestamos o desejo de uma missão cheia de frutos.

 

A Bahia já é uma terra de missão conhecida para o senhor e isso, certamente, pode deixa-lo mais à vontade para abraçar e assumir esta nova missão confiada pela Igreja. Quase meio milhão de habitantes vivendo em 19 municípios da Diocese de Itabuna o esperam com o coração aberto e esperançosos na sua palavra de Pastor.

 

São José, esposo de Maria e Padroeiro da Igreja Universal é também padroeiro da Catedral, da cidade e da Diocese que o recebe. Papa Francisco, ao celebrar a festa de São José Operário, em 2014, fez uma reflexão que ofereço ao senhor como símbolo do nosso contentamento com a sua nomeação: “a missão de são José é sem dúvida única e irrepetível, porque Jesus é absolutamente único. E todavia, protegendo Jesus, educando-o a crescer em idade, sabedoria e graça, ele constitui um modelo para cada educador, em especial para cada pai. São José é o modelo do educador e do pai. Portanto, confio à sua salvaguarda todos os pais, os sacerdotes — que são pais — e aqueles que desempenham uma tarefa educativa na Igreja e na sociedade (...) peço para vós a graça de permanecer sempre muito próximos dos vossos filhos, deixando-os crescer, mas próximos, próximos! Eles têm necessidade de vós, da vossa presença, da vossa proximidade e do vosso amor”.

 

Envio um abraço de gratidão, também em nome de nossa Conferência, ao nosso caro dom Ceslau Stanula pelos seus quase 20 anos de trabalho e dedicação junto ao povo de Deus na Diocese de Itabuna.

 

Conte com nossas orações.

Em Cristo,

 

Dom Leonardo Steiner
Bispo Auxiliar de Brasília
Secretário-Geral da CNBB

Please reload

DESTAQUE

21 sugestões para viver melhor esta Sexta-Feira Santa

18 Apr 2019

1/10
Please reload

April 18, 2019

April 18, 2019

Please reload