• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

O 'vídeo do Papa' de fevereiro: "Não abandonem os pobres"


Pobres, marginalizados e refugiados na intenção de oração de fevereiro - REUTERS


Cidade do Vaticano - No mês de fevereiro, o Papa Francisco exorta os cristãos de todo o mundo a privilegiarem a oração pelos mais pobres e marginalizados, os deslocados e refugiados. Todo mês, é escolhido um tema que preocupa o Pontífice, em relação aos desafios da humanidade em geral. O Papa o propõe e convida as pessoas de boa vontade a rezar com ele.


“Vivemos em cidades que constroem torres e centros comerciais e que realizam grandes negócios imobiliários, mas que abandonam uma parte de si nas margens, na periferia”, escreve o Pontífice. “Em consequência desta situação, grandes massas de população se veem excluídas e marginalizadas: sem trabalho, sem horizontes, sem vias de saída”.


Por estas pessoas, o Papa pede:

“Não os abandonem. Rezem comigo por todos os que vivem na provação, sobretudo os pobres, os refugiados e os marginalizados; para que encontrem acolhimento e conforto nas nossas comunidades”.

O vídeo


“O Vídeo do Papa”, lançado em janeiro de 2016, é um projeto pioneiro da Rede Mundial de Oração – Apostolado da Oração -, que tem como protagonista o próprio Santo Padre e marca uma nova era na comunicação das intenções mensais.



Apostolado da Oração

O objetivo da rede é ser apóstolos na vida cotidiana, por meio de um caminho espiritual chamado “caminho do coração”, que transforma o nosso modo de ser a serviço da missão de Cristo.


A obra foi fundada em 1844, está presente em mais de 100 países e é composta por mais de 35 milhões de pessoas.

#ApostoladodaOração #PapaFrancisco #Pobres #Marginalizados #Refugiados

DESTAQUE