• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Bispos do ES se pronunciam sobre a violência no estado, fiéis pedem orações


Foto: G1


VITORIA - O estado do Espírito Santo vem enfrentando uma onda de violência desde a madrugada de sábado, 4 de fevereiro, em decorrência da ausência de policiais militares nas ruas.


Diante desse cenário, os Bispos das dioceses capixabas convocaram os féis “para juntos orarmos em nossos lares pedindo a Deus que conceda serenidade, paz, proteção e justiça ao nosso Estado”.


Familiares de policias militares protestam nas portas dos quartéis, reivindicando por reajuste salarial e o pagamento de auxílio-alimentação, periculosidade, insalubridade e adicional noturno, impedindo que policiais e viaturas saiam dos quartéis. Eles se manifestam pelos policias, que são proibidos pela Código Penal de protestar, fazer greve ou paralisação. Por sua vez, a Justiça já decretou este movimento como ilegal.


Na segunda-feira, o governo federal atendeu ao pedido do governo estadual e autorizou a ida das Forças Armadas e de homens da Força Nacional para fazer a segurança das ruas do estado.


Desde o início do bloqueio da saída dos policiais, foram registradas 68 mortes violentas no estado, segundo o sindicato da Polícia Militar, ante 4 em todo o mês de janeiro. Houve também aumento no número de assaltos, saques, além de registros de ônibus incendiados, ataque a uma guarita da PM e arrastões.


Muitos estabelecimentos foram fechados por conta da violência. O início do ano letivo nas escolas municipais foi suspenso por prefeituras da Grande Vitória e de Cachoeiro do Itapemirim, bem como em colégios estaduais. Além disso, postos de saúde e órgãos da Justiça não abriram e os ônibus pararam de circular.


Em nota, os Bispos do estado do Espírito Santo manifestam que “neste momento que aflige a todos, sentimos nossa fraqueza e o perigo instaurado pelo império da violência”.


“A segurança pública – garantem os Prelados – é um direito de todos, deve ser construída a partir de um amplo diálogo entre o Estado, a sociedade organizada e todos os cidadãos. Sabemos que violência gera violência mas, é verdade, que todos queremos a paz e a concórdia”.


Convocando a população a se unir em oração frente a esta realidade, os Bispos exortam a pedir “ao Senhor que não prevaleça o poder, mas o bom senso, o diálogo, o entendimento e se chegue a uma decisão sábia que engrandeça nossa sociedade”.


“Que Deus ilumine e dê sabedoria aos nossos governantes e às pessoas constituídas em autoridade”, expressam, pedindo também que a Virgem Maria “seja nossa companhia neste momento tão delicado, proteja todas as famílias, apazigue os corações e desperte em todos o compromisso com o respeito e a valorização da vida, dom de Deus”.


Nas redes sociais, muitos usuários estão realizando postagens com as hashtags #PrayForEspiritoSanto e #Pray ForES, em uma corrente de oração pela paz no território capixaba.


Padre Roger Luis, da Comunidade Canção Nova, publicou uma imagem expressando “oração pelos cidadãos e pela paz em todo o Estados do Espírito Santo”. Ao exortar todos a se unirem, o sacerdote ainda comentou que “a intercessão muda todas as realidades”.

#EstadodoEspíritoSanto #Bispos

DESTAQUE