• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Cardeal pede perdão por abusos cometidos por sacerdote em seminário menor da Espanha

14.02.2017

 

 

Cardeal Ricardo Blázquez / Foto: Flickr da Igreja de Valladolid

 

VALLADOLID - O Cardeal Ricardo Blázquez, Arcebispo de Valladolid e presidente da Conferência Episcopal Espanhola (CEE), pediu perdão às vítimas do caso de abuso sexual supostamente cometido pelo sacerdote José Manuel Ramos Gordón contra vários alunos do seminário menor no final dos anos 1990.

 

O presidente da CEE, pouco antes da apresentação do seu livro ‘Memoria y gratitud’ (‘Memória e gratidão’), pediu desculpas às vítimas e ofereceu uma ajuda total às autoridades para “esclarecer o que tiver que ser esclarecido”. Também pediu que tal sacerdote seja acompanhado “a fim de que possa superar esta situação escura na sua vida”, segundo informações de ‘Europa Press’.

 

Dom Juan Antonio Menéndez, Bispo de Astorga, diocese à qual pertence  o município de León e o seminário menor de ‘La Bañeza’, onde supostamente ocorreram os abusos, pediu “humildemente perdão” no último dia 30 de janeiro por estes atos, através de um comunicado publicado em seu site.

 

Na mesma nota, o Prelado sublinhou que “a Igreja diocesana lamenta profundamente esses atos deploráveis, moralmente inaceitáveis e condenáveis, que repercutiram de maneira negativa na imagem da Igreja”.

 

O abuso foi descoberto depois que uma das vítimas escreveu ao Papa Francisco contando que o seu caso ocorreu há aproximadamente 28 anos. No comunicado, explica-se que, quando o Bispo ficou sabendo deste abuso, “seguiram todos os protocolos estabelecidos para estes casos”.

 

O suposto abusador é o sacerdote José Manuel Ramos, que no final dos anos 1980 era professor no seminário menor de ‘La Bañeza’, em León, (Espanha). As vítimas são pelo menos dois irmãos que naquela época eram menores de idade.

 

Um deles escreveu ao Santo Padre em novembro de 2014 e a Congregação para a Doutrina da Fé abriu uma investigação a respeito.

 

Atualmente, o sacerdote está afastado das suas funções desde o dia 1º de julho do ano passado, depois de ser investigado por abusos sexuais a estes irmãos em 1989.

 

Please reload

DESTAQUE

21 sugestões para viver melhor esta Sexta-Feira Santa

18 Apr 2019

1/10
Please reload

April 18, 2019

April 18, 2019

Please reload