• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Papa manifesta preocupação pela fome no Sudão do Sul e pede uma solução urgente


Papa na audiência geral. Foto: Daniel Ibáñez / ACI Prensa


VATICANO - O Papa Francisco manifestou hoje a sua preocupação pela crise alimentar no Sudão do Sul e fez um apelo para solucionar esta situação, ao final da Audiência Geral, na Praça de São Pedro.


“Provocam particular apreensão as dolorosas notícias que chegam do martirizado Sudão do Sul, onde a um conflito fratricida se une uma grave crise alimentar, que condena à morte por fome milhões de pessoas, entre as quais muitas crianças", afirmou.


O Bispo de Roma assegurou que "neste momento, é mais necessário do que nunca o empenho de todos a não ficar somente nas declarações, mas a tornar concretas as ajudas alimentares e a permitir que possam chegar às populações sofredoras. Que o Senhor ampare esses nossos irmãos e os que atuam para ajudá-los”.


O governo do Sudão do Sul declarou pela primeira vez, nesta segunda-feira, que várias regiões do país estão passando por uma crise alimentar "causada pelo ser humano", em um país que tem 11 milhões de habitantes.


Além disso, cerca de 1 milhão de sudaneses correm o risco de ser afetados pela situação de fome nos próximos meses, segundo três organizações da ONU.


Esta situação é consequência da guerra que atinge o Sudão do Sul há mais de três anos.

#SudãodoSul #PapaFrancisco #Fome

DESTAQUE