• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Patriarca católico pede rezar pela paz no Iraque nesta Quaresma

28.02.2017

 

 

Patriarca católico caldeu de Bagdá, Dom Louis Sako - Cruz / Foto: Patriarcado de Babilônia - Flickr Mars Hill Church (CC-BY-NC-ND 2.0)

 

ROMA - Em sua mensagem para a Quaresma, o Patriarca católico caldeu de Bagdá (Iraque), Dom Louis Sako, fez um apelo a todos os fiéis a dedicar as suas orações para que haja uma paz duradoura no país.

 

O Patriarca indicou que, para a Igreja no Iraque, este ano está dedicado à paz e que durante a Quaresma - que os católicos caldeus celebram entre os dias 26 de fevereiro e 16 de abril - haverá varias atividades para "promover uma cultura de paz e estabelecerão os valores da coexistência, especialmente em nossos corações para que possamos compartilhar com os outros”.

 

Entre as atividades propostas, o Patriarca católico sugeriu que os sacerdotes e bispos organizem uma "Via Sacra" especial, orações para rezar em comunidade, diálogos, entre outros.

 

"Como todas as nações querem paz, é tarefa de todos, especialmente do clero, dar prioridade à paz na missão. Por conseguinte, a paz também deve ser alcançada pelos políticos, que, para alcançá-la devem propor iniciativas ousadas e tomar decisões responsáveis", assinalou o Prelado em sua mensagem publicada na página do Patriarcado caldeu de Babilônia.

 

A respeito da situação do Iraque e da libertação das aldeias na planície de Nínive e na cidade de Mosul das mãos do Estado Islâmico, o Arcebispo Louis Sako precisou que "estamos passando por um túnel e devemos trabalhar e rezar sem cansaço ou tédio para alcançar a paz”.

 

"Também para que as pessoas que foram deslocadas à força regressem a salvo para os seus lares e propriedades, depois de terem passado por uma experiência amarga nos campos de refugiados".

Atualmente o Exército iraquiano lançou uma nova ofensiva para recuperar o oeste da cidade de Mosul dos jihadistas e já libertou várias aldeias na periferia.

 

Mosul é considerado o reduto do Estado Islâmico no Iraque, desde que tomaram o controle da região em 2014.

 

As forças iraquianas libertaram a região leste em janeiro deste ano. Nas aldeias libertadas, os cristãos colocaram cruzes nos telhados das igrejas e das casas como um sinal de vitória.

Please reload

DESTAQUE

21 sugestões para viver melhor esta Sexta-Feira Santa

18 Apr 2019

1/10
Please reload

April 18, 2019

April 18, 2019

Please reload