• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Deus está sempre à conquista de corações, afirma cineasta católico


O cineasta Juan Manuel Cotelo / Foto: Captura de vídeo


SANTIAGO - O cineasta católico espanhol Juan Manuel Cotelo encorajou a ser “transmissores de Deus”, o qual “não é um espectador do mundo que aponta para nós, mas está permanentemente à conquista de corações”.


O jornalista e diretor de filmes como Footprints, La ultima cima e Terra de Maria conversou com o Grupo ACI durante a sua visita ao Chile para participar do XII Congresso Católicos e Vida Pública.


O cineasta aconselhou os comunicadores católicos “a estarem muito perto de Deus para que Ele mesmo possa se comunicar através de nós, esta é a missão de qualquer apóstolo”.


Segundo Cotelo, levar Deus às telas do cinema é uma experiência “de surpresa” ao ver que o resultado “provoca uma onda de amor em pessoas que custariam a acreditar”


Trata-se de “descobrir que Deus não está de férias, que não ficou sem bateria, que não é um espectador do mundo que aponta para nós, mas está permanentemente à conquista de corações”.


“E como faz as coisas em equipe, se fez homem e age entre os homens, continua procurando pessoas que queiram se unir à sua equipe e, quando uma pessoa se une à equipe de Deus e aceita o seu convite, Ele permite ver como ele joga”, afirmou.


O responsável pela produtora Infinito + 1 também se referiu aos comunicadores católicos e recordou que “se queremos transmitir Deus, temos que ter Deus. Na medida em que somos mais de Deus, quanto mais permitamos que Ele aja em nós, é mais fácil que sejamos transmissores de Deus”.


“Ele é quem vai transmitir através de nós” a Boa Nova do Evangelho e, para isso, é fundamental “estar muito perto de Deus” e confiar nele.


Diante dos momentos de dificuldade, o cineasta sustentou que “nós não temos a planilha do Excel de Deus para poder dizer ‘agora tudo está indo muito bem’ ou ‘agora está fatal’”.


“Com a nossa planilha de Excel diríamos que no momento da crucificação a coisa é fatal, não tem mais jeito. E a planilha de Deus diz ‘espera três dias que você vai me ver ressuscitar’”, explicou Cotelo.


Por esta razão, “confie no poder de Deus, não no que você vê com os próprios olhos ou com a sua inteligência, deixe que Deus dê a última palavra, deixe Ele ser Deus, e você vai ressuscitar”.


“Através desta tristeza, desse desespero, desse ‘problemão’ que você não consegue encontrar uma solução, ou dessa falta de resultados, você vai ver como Deus constrói sobre isso algo positivo”, afirmou o cineasta católico.

#Cinema #JornalistaJuanManuelCotelo

DESTAQUE