• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Bispos do México incentivam solidariedade a afetados por terremoto e furacões

12.09.2017

 

 

Foto referencial: Pixabay domínio público

 

Cidade do México - Os Bispos do México pediram solidariedade e oração pelas vítimas do furacão Lidia e pelo terremoto de categoria 8.1 que atingiu o país, especialmente em Istmo de Tehuantepec, Oaxaca e Chiapas.

 

No dia 6 de setembro, o furacão Lidia atingiu a Península da Baixa Califórnia Sul, no nordeste do México. As áreas mais atingidas foram Cabo San Lucas e San José del Cabo.

 

Aproximadamente seis mil pessoas foram evacuadas e instaladas em abrigos temporários. As autoridades informaram que seis faleceram e pode ser que aumente o número de vítimas mortais.

 

Depois da tempestade tropical, em 7 de setembro ocorreu um terremoto de categoria 8,1, cujo epicentro estava localizado no sudeste de Tonalá, em Chiapas. As áreas mais afetadas são Chiapas e Oaxaca. Morreram mais de 90 pessoas devido a este fenômeno.

 

Dom José Luis Chávez Botello, Arcebispo de Oaxaca, explicou que em sua diocese há 33 templos danificados, entre eles, 13 foram fechados por motivos de segurança na cidade e nos arredores: Santa Maria Coyotepec, San Bartolo Coyotepec, Lachiguiri, Magdalena Mixteoec, Santa Ana Tlalpacoya Macuilxóchitl, San Pedro Quiayoni, La Merced, Santo Domingo Yojovi, La Soledad, Carmen Alto e Carmen Bajo, a Catedral de Oaxaca.

 

“O mais doloroso são as mortes das pessoas nessas circunstâncias. Junto com elas também estão as famílias que ficaram desabrigadas, que perderam suas casas e seus bens materiais; constatamos novamente que os mais pobres são os mais afetados”, manifestaram os bispos da Província de Oaxaca em um comunicado emitido em 10 de setembro.

 

“Como na parábola do Bom Samaritano, nós, cristãos, devemos responder como Cristo nos pede diante da tragédia do irmão que compartilha conosco o sofrimento e o peso do caminho da vida”, acrescentam.

 

Do mesmo modo, expressaram que “a unidade e a solidariedade são fundamentais” porque “somos um corpo, uma família que está sofrendo” e “precisamos de todos para seguir em frente. Que ninguém se aproveite do sofrimento e das necessidades do irmão”.

 

“O sofrimento e os desastres do terremoto, tempestades e furacões nos levam também a refletir e a agir na reconstrução social ante tantas mortes, sofrimento e desastres causados ??por nossa forma de agir em nossa sociedade, prejudicando gravemente o meio ambiente”, disseram os Prelados.

Please reload

DESTAQUE

21 sugestões para viver melhor esta Sexta-Feira Santa

18 Apr 2019

1/10
Please reload

April 18, 2019

April 18, 2019

Please reload