• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Romeiro é atropelado em peregrinação a pé a 2 km do Santuário de Aparecida


O romeiro Gladstone Andrade de Almeida / Foto: Captura de vídeo


APARECIDA - Após receber uma graça por intercessão de Nossa Senhora Aparecida, o romeiro Gladstone Andrade de Almeida seguiu para cumprir sua promessa de peregrinar a pé ao Santuário Nacional, porém, sua jornada foi interrompida a poucos quilômetros do seu destino, ao ser atropelado na Via Dutra.


O acidente aconteceu na madrugada de domingo, 24 de setembro, na altura do quilômetro 69 da Via Dutra, na pista sentido São Paulo. O romeiro de 38 anos estava a apenas 2 quilômetros do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida quando foi atropelado por um caminhão.


Gladstone havia saído de sua cidade, Resende (RJ), na tarde de sexta-feira, 22 de setembro. Durante o trajeto em direção à Casa da Mãe, compartilhou com seus amigos do Facebook diversos momentos de sua peregrinação.


Quando já estava se aproximando do Santuário, postou um vídeo expressando sua gratidão pelo apoio recebido e também por realizar esta romaria.


“São 2h22 e mais alguns metros eu já vou conseguir avistar a Basílica de Nossa Senhora Aparecida. Queria agradecer a todos que estiveram comigo nessa noite, nessa jornada, fiquem com Deus”, disse.


Gladstone também contou que já estava vendo a torre da Basílica de Aparecida e, virando a câmera em direção ao Santuário, disse: “Já começo a ver a torre de Nossa Senhora Aparecida. Não sei se vocês vão conseguir ver, mas eu já estou vendo. Obrigado pelas mensagens, pelas pessoas que ligaram e por todo carinhos que vocês tiveram. Falta poucos metros para a gente encerrar. Não foi fácil, mas foi gratificante”.

O caminhoneiro que atropelou Gladstone parou para prestar socorro, mas a vítima não resistiu e morreu no local.


Devoção à Padroeira do Brasil

Gladstone Andrade de Almeida era devoto de Nossa Senhora Aparecida e, segundo sua prima Gisele Reis contou ao portal G1, “ele tinha feito uma promessa à Nossa Senhora Aparecida que se recebesse uma graça que estava esperando, iria a pé”.


“Estava chegando, ele estava muito perto. Mesmo com muitas bolhas no pé e dores no joelho, não desistiu, ele foi um guerreiro”, afirmou Gisele Reis, expressando a tristeza pelo ocorrido.


Um dia antes de sair em sua peregrinação, Gladstone chegou a atualizar a foto de seu perfil no Facebook, colocando uma imagem com o filtro “Eu sou devoto”, em homenagem aos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida.


Mais tarde, já durante seu trajeto, postou a foto de sua mochila e terço, com a descrição “é minha maior e única proteção, com fé em Deus e Nossa Senhora Aparecida”.


Cuidados ao peregrinar a pé

Tendo em vista a proximidade da festa de Nossa Senhora Aparecida e o aumento do número de peregrinações a pé neste período, o Santuário Nacional disponibilizou algumas recomendações para quem quiser realizar essas romarias.


Entre as indicações feitas aos romeiros, algumas dizem respeito exatamente à segurança na rodovia, pedindo que caminhem “no sentido contrário ao tráfego, em fila indiana, o mais distante possível da pista e do acostamento”, e que as caminhadas sejam feitas “durante o dia”.

#Romeiros #SantuárioNossaSenhoraAparecida

DESTAQUE