• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Procissão eucarística em silêncio pelos 50 anos da lei do aborto na Inglaterra



LONDRES - Cerca de 700 católicos participaram de uma procissão eucarística silenciosa ao recordar os 50 anos da lei que permite o aborto na Inglaterra.


O evento, organizado pela Diocese de East Anglia, foi realizado na sexta-feira, 27 de outubro, no centro da cidade de Norwich, no sudoeste da Inglaterra, e logo após houve uma vigília de oração na Catedral de São João Batista.


Dirigindo-se aos participantes, Pe. Henry Whisenant disse que “nossos bispos pediram que considerássemos este momento histórico em nossas orações hoje, pois esta lei trouxe trágicas consequências para a nossa nação na última metade do século”.


“Mais de 8 milhões de abortos foram realizados” em todo esse tempo, lamentou o sacerdote.


Além disso, indicou, “há feridas espirituais que esta legislação causou aos indivíduos, casais e famílias, como também ao próprio tecido da sociedade. E tudo isso parece estar aumentando”.


“Hoje rezamos ao Senhor e pedimos que cure as feridas do aborto nesses 50 anos e que, pela sua misericórdia, os corações e as mentes deste país se convertam, para reconhecer e cuidar da vida de todo ser humano sem importar o quanto seja vulnerável”, acrescentou.


Segundo informa ‘Catholic Herald’, o sacerdote também exortou a que “a nossa procissão com o Senhor nos ajude a ser cada vez mais decididos a fazer o que possamos, rezar e oferecer sacrifícios a fim de que se estabeleça a civilização do amor nesta terra”.


A lei do aborto foi aprovada na Inglaterra em 27 de outubro de 1967. Atualmente, o aborto é legal no Reino Unido até 24 semanas de gravidez.


Por ocasião do trágico aniversário, a Igreja no país realizou o Dia pela Vida, que contou com o apoio do Papa Francisco.

#Aborto #Inglaterra #Procissão

DESTAQUE