• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

O Reino de Deus não é um carnaval: não se compra e foge da soberba, diz o Papa


Papa durante a Missa. Foto: L'Osservatore Romano


Vaticano - Há alguns dias, o Papa Francisco afirmou que a Santa Missa não é um “espetáculo” e hoje, na Casa Santa Marta, indicou que o Reino de Deus não é um “carnaval” e “não ama a propaganda”, porque é o Espirito Santo que o faz crescer, não “os planos pastorais”.


“O reino de Deus não se mostra com a soberba, com o orgulho, não ama a propaganda: é humilde, escondido e assim cresce”, explicou.


O Santo Padre sublinhou que “o Reino cresce escondido porque o Espírito Santo está dentro de nós” e “faz crescer, chega o momento e aparece o fruto”.


Durante a homilia da Missa, o Pontífice comentou sobre a pergunta dos fariseus a Jesus no Evangelho do dia: “Quando chegará o Reino de Deus?”.


“O Reino de Deus está no meio de nós”, responde Jesus. Francisco afirmou que cresce “escondido” em meio a “nós”, mas “sempre na humildade”.


“Mas quem faz crescer aquela semente, quem faz germinar? Deus, o Espírito Santo que está em nós. E o Espírito Santo é espírito de mansidão, espírito de humildade, é espírito de obediência, espírito de simplicidade. É ele que faz crescer dentro o reino de Deus, não são os planos pastorais, as grandes coisas... Não, é o Espírito, escondido. Faz crescer, chega o momento e aparece o fruto”.


O Papa mencionou o exemplo do bom ladrão e se perguntou quem semeou nele a semente do reino de Deus. Depois, talvez, se esquece dela, mas em certo momento “escondido”, o Espírito a faz crescer. Porque o Reino é sempre “uma surpresa”, porque é “um dom que o Senhor dá”.


“O Reino de Deus não vem para chamar a atenção e ninguém dirá: ‘Está aqui’. Não é um espetáculo ou pior ainda”, um “carnaval”.


“Penso que quando as pessoas olhavam Nossa Senhora, ali, que seguia Jesus: ‘Aquela é a mãe’. A mulher mais santa, mas escondida, ninguém conhecia o mistério do Reino de Deus, a santidade do Reino de Deus. E quando estava perto da cruz do filho, as pessoas diziam: ‘Mas pobre mulher com este criminoso como filho, pobre mulher’. Nada, ninguém sabia”.


“Nós todos somos chamados a fazer esta estrada do Reino de Deus: é uma vocação, é uma graça, é um dom, é gratuito, não se compra, é uma graça que Deus nos dá. E nós todos batizados temos dentro o Espírito Santo. Como é a minha relação com o Espírito Santo, que faz crescer em mim o Reino de Deus? Uma bela pergunta para todos nós fazermos hoje”.


“Eu realmente acredito que o Reino de Deus está no meio de nós, está escondido ou gosto mais do espetáculo?”, perguntou.


Evangelho comentado pelo Papa:

Lc 17, 20-25


Naquele tempo, 20os fariseus perguntaram a Jesus sobre o momento em que chegaria o Reino de Deus. Jesus respondeu: “O Reino de Deus não vem ostensivamente. 21Nem se poderá dizer: ‘Está aqui’ ou ‘Está ali’, porque o Reino de Deus está entre vós”.

22E Jesus disse aos discípulos: “Dias virão em que desejareis ver um só dia do Filho do Homem e não podereis ver. 23As pessoas vos dirão: ‘Ele está ali’ ou ‘Ele está aqui’. Não deveis ir, nem correr atrás. 24Pois, como o relâmpago brilha de um lado até o outro do céu, assim também será o Filho do Homem, no seu dia. 25Antes, porém, ele deverá sofrer muito e ser rejeitado por esta geração”.

#Missa #MissaSantaMarta #PapaFrancisco #Vaticano

DESTAQUE