• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Circula boato atribuído à Madre Teresa de Calcutá


Santa Teresa de Calcutá. Foto: 1986 Túrelio (via Wikimedia-Commons), 1986/ Lizenz: Creative Commons CC-BY-SA-2.0 de.


Um boato que circula nas redes sociais, e-mails e serviços de mensagens atribui à Santa Teresa de Calcutá uma mensagem de que o amor chega a quem espera, mesmo que “tenha sido traído”.


A mensagem, cuja autoria vários sites gnósticos e até católicos atribuem à fundadora das Irmãs da Caridade diz: “O amor chega a quem espera, ainda que o tenham decepcionado; a quem ainda acredita, mesmo que antes tenha sido traído; a quem ainda precisa amar, mesmo que tenha sido ferido; e a quem tem coragem e fé para construir a confiança novamente”.


No final da mensagem, está escrito: “Espero que você tenha felicidade suficiente para tornar-se doce; provas suficientes para tornar-se forte; dores suficientes para ser um humano autêntico; esperança suficiente para ser feliz, recordando que as pessoas mais felizes nem sempre são as que têm o melhor de tudo”.


Entretanto, esta mensagem não tem nenhuma relação com Santa Teresa de Calcutá.


No livro ‘From This Moment On’ de 2012, a cantora canadense Shania Twain recorda que recebeu esta frase por e-mail, como se fosse de “um autor anônimo”.


O atleta e motivador Peter Nielsen, em seu livro ‘Principles of Hope’, de 2013, usa um pedaço desta mensagem que está circulando nas redes sociais sem um autor específico.


No livro ‘A Woman´s Path to Emotional Freedom: God's Promise of Hope and Healing’, de 2010, Julie Clinton atribui as primeiras linhas da mensagem que tornou-se viral a um “anônimo”.


Diversos livros de autoajuda e motivação também se referem à frase com um autor desconhecido, enquanto nenhum texto confiável remeta à Santa Teresa de Calcutá.

#SantaTeresadeCalcutá #Boato #Santos

DESTAQUE