• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Artista entra em igreja católica para crucificar uma vaca

ADVERTÊNCIA: As imagens podem ferir a sensibilidade do leitor



MADRI - Um artista entrou em uma igreja católica na Bélgica para colocar uma mostra blasfema na qual o foco de atenção é uma vaca crucificada cercada por um “lago” de leite, provocando a indignação dos católicos.


ADVERTÊNCIA: As imagens podem ferir a sensibilidade do leitor


A Igreja Católica de Kuttekoven, na cidade belga de Looz, acolhe a “obra” intitulada “A vaca sagrada”, que mostra uma vaca em um crucifixo cercada por um lago de leite, através da qual o autor, Tom Kerck, que anteriormente usou imagens de Cristo e da Virgem em suas mostras, pretende denunciar o desperdício de comida.

Fotos: Tom Herck.com


A igreja de Kuttekoven está muito descuidada e não são realizadas celebrações litúrgicas dentro dela, mas ainda não ocorreu a sua dessacralização.


De acordo com a ‘Nuova Bussola Quotidiana’, um grupo de católicos convocados pelo ‘Katholiek Fórum’ se reuniu na igreja no domingo, 19 de novembro, para rezar o terço em reparação pela exposição, a qual consideraram uma imagem satânica, assim como um insulto a Deus e ao catolicismo.


Kerck estava presente durante a oração do terço e se dirigiu aos presentes afirmando: “Estou feliz por vocês terem vindo. Cada um tem o direito de ter a sua opinião”.


O autor assegura que não pretende ofender os católicos com o que fez, mas busca chamar a atenção para o desperdício de alimentos.


Durante a oração diante da igreja, os católicos levaram um cartaz no qual pediam que “parem a blasfêmia e a arte degenerada”.


Além disso, mostraram o seu descontentamento com o Bispo de Hasselt, Dom Patrick Hoogmartens, pois assinalam que o Prelado em cuja jurisdição está localizada esta igreja “não fez nada contra esta suposta obra de arte para evitar o conflito. Ele tem medo da mídia. Por isso nós viemos rezar aqui, porque o catolicismo foi desonrado”.


A diocese se pronunciou a respeito, indicando que “eles sempre apoiaram projetos artísticos”, mas “uma vaca crucificada é demais”.


“O significado de um símbolo como a cruz não pode ser desviado, se não, poderia ser ofensivo ou ridículo”, destacou.

#VacaCrucificada #Bélgica #Blasfemia

DESTAQUE