• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Em Daca, Papa reza no Memorial dos Mártires

01.12.2017

 

Papa no Memorial aos mártires - AFP

 

Daca - Ao deixar o Aeroporto de Daca, o Papa Francisco dirigiu-se ao Memorial Nacional dos Mártires de Savar (35 km à nordeste , de Daca), símbolo dos mártires que deram a sua vida pelo país na guerra de libertação de 1971.

 

O Pontífice foi acolhido por Autoridades civis que o acompanharam até a base do monumento, onde estava presente a Guarda de Honra.

 

Francisco depositou flores no local, enquanto era tocada uma trombeta e a bandeira era posicionada a meio-mastro.

 

No local, o Papa também assinou o Livro de Honra e plantou uma árvore no “Jardim da Paz”.

 

O monumento projetado pelo arquiteto Syed Moinul Hossain foi inaugurado nos anos 80. Sua estrutura, formada por sete planos triangulares isósceles, de dimensões decrescentes. O ponto mais alto da estrutura alcança 45 metros.

 

Realizado em concreto, o monumento inclui também outras estruturas em tijolos vermelhos, se estendendo por 34 hectares, circundados por suas vez por outros 10 hectares de verde.

 

 

Papa depositou uma coroa de flores diante da imagem do "Pai da Nação", o Xeique Mujibur Rahaman - AP

 

Do Memorial dos Mártires, o Papa Francisco dirigiu-se ao “Bangabandhu Memorial Museum”, distante 35,4 km, segundo compromisso em terras bengalesas.

 

O Pontífice foi acolhido no local por cinco familiares daquele que é considerado o “Pai da Nação”, Xeique Mujibur Rahaman.

 

Francisco depositou  uma coroa de flores no Memorial, fez uma oração silenciosa e assinou o Livro de Honra.

 

Mujibur Rhaman viveu neste local, até ser assassinado juntamente com 31 membros de sua família em 15 de agosto de 1975, durante a guerra de independência do país. As paredes do Museu ainda preservam as marcas dos tiros disparados na ocasião.

 

A moradia transformou-se em Museu em 1997 e nele estão expostas algumas fotografias raras da vida do Xeique Mujibur – primeiro Presidente do país – objetos pessoais usados ao longo de sua existência.

 

Do Museu em homenagem ao “Pai da Pátria”, o Papa Francisco transferiu-se ao Palácio Presidencial, distante 36 km, onde foi recebido pelo Secretário Militar do Presidente, que o acompanhou até a entrada de honra, onde lhe aguardava o Presidente, Abdul Hamid.

 

Após as saudações, realizou-se o encontro privado no “Credentials Hall”. A família do Presidente foi apresentada ao Pontífice e houve a troca de dons.

Please reload

DESTAQUE

21 sugestões para viver melhor esta Sexta-Feira Santa

18 Apr 2019

1/10
Please reload

April 18, 2019

April 18, 2019

Please reload