• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Arcebispo da sede da JMJ 2019: ser santos não é renunciar à alegria da juventude


Juventude durante a JMJ Rio 2013 - Foto: Flickr WYD Rio 2013 (CC_BY_NC_SA_2)


PANAMÁ - O Arcebispo do Panamá, Dom José Domingo Ulloa, encorajou os jovens a ser santos no mundo de hoje, assegurando-lhes que com isso não renunciam à alegria da juventude, mas mostram ao mundo que é possível ser feliz.


“Não tenham medo, queridos jovens, tenham a coragem de ser santos no mundo de hoje, com isso, vocês não renunciam a sua juventude ou a sua alegria; pelo contrário, mostrarão ao mundo que é possível ser feliz”, assegurou o Prelado.


Dom Ulloa presidiu no último domingo a Missa com a qual concluiu a Grande Vigília Juvenil: “Jovens, não temam”, em preparação para a Jornada Mundial da Juventude no Panamá.


A Eucaristia foi celebrada no estádio Rommel Fernández, onde também foi apresentado o pôster oficial da JMJ 2019.


Segundo informaram no Twitter da JMJ, Dom Ulla assegurou aos jovens em sua homilia que “todos nós podemos ser santos: ‘Mesmo que a vida de alguém tenha sido um desastre, mesmo quando está destruído pelos vícios, Deus está na sua vida’ e ele pode viver e alcançar a santidade”.


Nesse sentido, convidou os jovens a seguir os testemunhos de vida dos santos e santas “que são os padroeiros desta JMJ: São Martinho de Lima, Santa Rosa de Lima, São Juan Diego, São José Sánchez del Río, São João Bosco, Beata Irmã Maria Romero Meneses, Beato Óscar Romero e São João Paulo II”.


Do mesmo modo, recordou que a JMJ que será realizada em janeiro de 2019 foi confiada à Virgem. “Confiar em Maria não é apenas pedir para que ela nos ajude ou pedir a sua intercessão em tudo; também é agir como Ella”, indicou.

#JMJPanamá2019

DESTAQUE