• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Bispo denuncia novo ataque na Nicarágua: “Que Daniel Ortega detenha o massacre!”

19.07.2018

 

 

 

Imagem referencial. Foto: Pixabay / Domínio público

 

MANÁGUA - Dom Silvio José Báez, Bispo Auxiliar de Manágua, na Nicarágua, denunciou nesta terça-feira, 17 de julho, um novo ataque de grupos paramilitares pró-regime de Daniel Ortega e pediu que o mandatário “detenha o massacre”.

 

Através de sua conta de Twitter, Dom Báez denunciou que “atacam Monimbó”, bairro ao sul da cidade de Masaya.

 

“Os tiros estão chegando à paróquia Maria Madalena, onde está refugiado o sacerdote. Que Daniel Ortega detenha o massacre! As pessoas de Monimbó rogam, salvem suas vidas!”, disse o Prelado.

 

De acordo com a Comissão Interamericana de Direitos Humanos, soma-se cerca de 300 mortos nos últimos três meses e meio da violenta repressão do governo da Nicarágua e dos grupos paramilitares contra manifestantes no país.

 

Recentemente, os grupos paramilitares atacaram o Arcebispo de Manágua, Cardeal Leopoldo Brenes, o Bispo Auxiliar de Manágua, Dom Silvio José Báez, e o Núncio Apostólico, Dom Waldemar Somertag.

 

No domingo, 15 de julho, paramilitares dispararam contra o veículo em que viajava o Bispo de Estelí, Dom Abelardo Mata, quando regressava após celebrar uma Missa.

 

Dom Báez pediu “a todos os católicos da Nicarágua” que se unam em oração pelo povo de Monimbó.

 

“Deixemos o que estamos fazendo por alguns minutos e façamos silêncio e dirijamos nossa voz e nosso coração ao Senhor”.

 

“Senhor, conceda a paz à Nicarágua! Senhor, proteja Monimbó!”, pediu.

Please reload

DESTAQUE

21 sugestões para viver melhor esta Sexta-Feira Santa

18 Apr 2019

1/10
Please reload

April 18, 2019

April 18, 2019

Please reload