• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Igreja repudia peça de teatro que zomba da Virgem, da Missa e promove o aborto

Obra de arte blasfema em Rafaela (Argentina) / Crédito: Facebook de Claudia Bolado


Buenos Aires - O Bispo de Rafaela (Argentina), Dom Luis Fernández, escreveu uma carta dirigida a sua comunidade na qual expressa “dor e repúdio” diante da encenação de uma peça de teatro que zomba da Virgem Maria, da Missa e promove o aborto.


Trata-se da peça teatral “Deus”, do dramaturgo Lisandro Rodríguez, encenada na sexta-feira, 20 de julho, no Centro Cultural Municipal.


Na peça, foi simulada brevemente uma Missa católica. Também foram montadas obras de artes como a imagem de um templo, da Virgem Maria e do Papa Francisco, nas quais dois atores nus colocaram o lenço verde, em referência à aprovação do projeto de lei do aborto na Argentina.


“Recolhendo sentimentos de surpresa e agravo por parte de muitas pessoas que, tendo assistido a uma peça de teatro, se sentiram profundamente ofendidas em sua fé e em seus sentimentos para com a celebração da Eucaristia, para com a Santíssima Virgem Maria, para com o Papa Francisco e para com a Igreja em geral, consideramos necessário nos unirmos às diversas manifestações que, de modo especial nas redes sociais, expressaram sua dor e seu repúdio a esses fatos”, expressou o Prelado.


“Desejo deixar claro nosso respeito e defesa à liberdade de expressão artística, mas com a mesma força, acredito que não se levou em consideração o respeito aos homens e mulheres que professamos a fé dos cristãos, e que seu livre exercício e expressão constituem um direito devidamente garantido pela Constituição Nacional”, continuou.


Finalmente, o bispo disse que, inspirado em uma recente mensagem do Cardeal Mario Poli, Arcebispo de Buenos Aires, considera que a mencionada peça “é um agravo ao espírito religioso e que não colabora nem à pacificação desejada de nossa sociedade nem ao devido respeito ao exercício das crenças que convivem pacificamente em nossa pátria”.


“Este fato dói profundamente e assim o sentimos de modo especial os católicos de Rafaela”, concluiu.

#Teatro #Argentina #Aborto #Repúdio

DESTAQUE