• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Grupo católico é nomeado ao Grammy Latino


Alfareros / Foto: Facebook Alfareros


O grupo católico Alfareros foi nomeado ao prêmio Latin Grammy 2018 na categoria de Melhor Álbum Cristão em espanhol por seu novo disco “Setenta veces siete”.


Alfareros foi criado em 1995 e é a primeira vez que é nomeado a este prêmio.


Katia Del Cid, integrante de Alfareros, disse ao Grupo ACI que “estamos muito felizes por esta grande notícia, sobretudo, porque estamos seguros de que é algo que vai chegar a muitas pessoas e vai transmitir Jesus, porque esse é o objetivo de todas as coisas”.


“Nós estamos em choque pela notícia, mas damos glória a Deus, porque sabemos que isso é uma graça dele”, comentou.


Del Cid afirmou que a nomeação também “é um presente para a Igreja nesses momentos dolorosos, onde só se escuta notícias ruins. É um raio de esperança, um raio de luz, não porque venha de Alfareros, mas porque é algo que o Senhor quer nos presentear neste momento”.


Francisca Correa manifestou que “tenho um ano e meio (de Alfareros) e para mim já é um grande presente. Imagino que seja para meus irmãos que estão há 23 anos e que, não só eles querem, mas o Senhor lhes deu a graça e esta grande missão”.


“É um presente nossa nomeação, é de vocês, dos que estão em qualquer lugar e que são parte de nossa Igreja. É nossa nomeação como católicos. Isso tem que nos dar luz, esperança e alegria de que Jesus está vivo e vem nos dar vida em abundância”, expressou.


Sobre como souberam da nomeação, Altermio Vargas, um dos integrantes mais antigos do grupo, comentou que “espalhou-se a notícia de que o nosso álbum tinha sido levado em conta, mas não lhe demos muita importância até sabermos que realmente era um fato”.


Assinalou que na manhã de 20 de setembro foi publicada a lista e “imediatamente nos avisaram e então nos demos conta. Nós somos novos na categoria. É a primeira vez que nos nomeiam a um Grammy Latino”.


“Sinto-me muito satisfeito pelo trabalho que se vem fazendo até agora e muito contente de que, nesta etapa na qual o ministério está passando por um momento belíssimo de modo pessoal e na nossa relação com Deus, chegue algo como isso”, comentou Vargas.


Perguntados sobre o que fariam se ganhassem o prêmio, os integrantes de Alfareros afirmaram que “a glória é para Deus. Melhor ainda, o Evangelho pode chegar a mais lugares”.


“Os olhos do mundo verão um ministério que prega através das canções o nome poderoso do Senhor e poderemos trazer um gole de água fresca a essa sociedade que muitas vezes só recebe más notícias”, destacou Vargas.


“Nós somos apenas a desculpa, mas é Jesus quem brilha, é Jesus quem está presente”, acrescentou Del Cid.


O grupo Alfareros indicou ao Grupo ACI que conhecerão os resultados por volta da primeira quinzena de novembro e que estão se preparando para a próxima turnê internacional de seu álbum “Setenta veces siete”.


Também anunciaram que participarão e cantarão na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que acontecerá no Panamá de 22 a 27 de janeiro de 2019.


Alfareros lançou no último mês de abril sua sétima produção “Setenta veces sete”, que inclui 14 canções originais cujos ritmos abarcam desde balada até merengue.


O grupo começou a trabalhar no disco em novembro de 2017, depois de seis anos sem gravar.

No trabalho de composição participaram o diretor de Alfareros, Junior Cabrera, e os integrantes do ministério: Fermín Amador, Altermio Vargas, Katia del Cid e Francisca Correa.


“Setenta veces siete” pode ser baixado gratuitamente no site de Alfareros http://www.alfareros.do e também está disponível no Spotify.

#Alfareros #MúsicaCatólica #LatinGrammy2018

DESTAQUE