• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Papa Francisco alerta que há ventos violentos que atingem a Igreja

03.10.2018

 

Papa Francisco. Foto: Bohumil Petrik / ACI Prensa.

 

Vaticano - O Papa Francisco alertou na segunda-feira, 1º de outubro, que “a barca da Igreja é atingida por ventos contrários e violentos”, em uma audiência que concedeu aos sacerdotes da Diocese de Créteil (França).

 

Na Sala Clementina do Palácio Apostólico do Vaticano, o Santo Padre disse que “vivemos num contexto em que a barca da Igreja é atingida por ventos contrários e violentos, especialmente por causa das faltas graves cometidas por alguns de seus membros”.

 

Por isso, assinalou que “é importante não esquecer a fidelidade cotidiana humilde ao ministério que o Senhor permite viver aos que Ele doou à sua Igreja como sacerdotes! Nós sabemos que, respondendo ao chamado do Senhor, não fomos consagrados mediante o dom do Espírito para ser ‘super-heróis’”.

 

Pelo contrário, “fomos enviados com a consciência de serem homens perdoados, para nos convertermos em pastores à maneira de Jesus, ferido, morto e ressuscitado, porque nossa missão como ministro da Igreja é, hoje como ontem, a de testemunhar a força da ressurreição nas feridas deste mundo”.

 

“Deste modo somos chamados a progredir humildemente no caminho da santidade, ajudando os discípulos de Jesus Cristo a responderem à sua vocação batismal para que sejam sempre mais missionários, testemunhas da alegria do Evangelho”.

 

O Papa incentivou a não ter medo de “olhar as feridas de nossa Igreja” para, em seguida, “ir até Jesus Cristo”. Além disso, exortou os sacerdotes a “fazer a Igreja de Jesus Cristo mais amável e mais amorosa” para chegar a todos, especialmente aos “feridos, marginalizados e excluídos”.

 

Francisco recordou aos sacerdotes que com seu testemunho e coerência permitirão “os jovens a acolher o chamado do Senhor ao sacerdócio ou à vida consagrada”. Por isso, incentivou-os a ter o olhar fixo em Jesus Cristo e a cultivar a relação particular que os una a Ele, através da oração pessoal da escuta da Palavra, da celebração dos sacramentos e do serviço aos irmãos.

 

Além de viver a alegria e a esperança, assim também poderão “aprofundar na amizade com o Senhor e na atenção continuamente renovada aos outros, particularmente, aos pequenos e aos pobres”.

 

O Santo Padre fez esta reflexão depois do convite que lançou em 29 de setembro a todos os católicos para que rezem o Terço todos os dias de outubro.

 

Nesse dia, o Papa incentivou os fiéis a pedir à Virgem Maria e a São Miguel Arcanjo que defendam a Igreja diante dos ataques do demônio.

Please reload

DESTAQUE

21 sugestões para viver melhor esta Sexta-Feira Santa

18 Apr 2019

1/10
Please reload

April 18, 2019

April 18, 2019

Please reload