• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Papa Francisco explica como teria sido a vida conjugal da Virgem Maria e São José


A Sagrada Família - Obra de Juan de Miranda


Vaticano - Como teria sido a vida conjugal da Virgem Maria e de São José?, é uma pergunta que foi abordada pelo Papa Francisco no sexto episódio do programa "Ave Maria", transmitido na última terça-feira pela TV2000, canal de televisão da Conferência Episcopal Italiana.


"Quem foi José na vida de Maria?", foi a pergunta do Pe. Marco Pozza, teólogo e capelão da prisão de Pádua (Itália), ao Papa Francisco durante o programa.


José, indicou o Papa, “era o esposo; porque ela (Maria) nunca, nunca, nunca disse a José: ‘Eu sou a mãe de Deus e você é o empregado de Deus’. Não, ela nunca disse isso. ‘Você é o meu esposo. Eu sou virgem – Jose é virgem –, mas você é meu esposo".


“Maria era submissa ao marido de acordo com a cultura do seu tempo. Para Maria, ele era o esposo, cozinhava para ele, conversava com ele, falavam sobre o filho”, acrescentou.


Do mesmo modo, “compartilharam a angústia de quando o menino aos 12 anos permaneceu em Jerusalém”, em referência à passagem do Evangelho que conta que depois de três dias, Maria e José encontraram Jesus no templo, no meio dos mestres, escutando e fazendo perguntas.


“A angústia de um marido e de uma esposa, a angústia dos pais. Trata-se da normalidade na virgindade”, disse Francisco.


O Papa assinalou no programa que "ela ouvia José e o obedecia. As grandes decisões eram tomadas por José. Era normal naquela época".


“Muitas vezes em sonho, (José) recebia as mensagens de Deus. Ela é a cheia de graça; José é o homem justo, o homem observador da palavra de Deus. Lindo casal”, expressou.

#MariaeJosé #PapaFrancisco

DESTAQUE