• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Cristo Redentor completa 85 anos



Cristo Redentor. Foto: Arquidiocese do Rio de Janeiro



O Cristo Redentor, um dos maiores símbolos do Rio de Janeiro e primeiro santuário a céu aberto do mundo, completa neste 12 de outubro 85 anos. A estátua, símbolo do sentimento cristãos dos brasileiros, foi eleita em 2007 por votação na internet como uma das sete novas maravilhas do mundo moderno.


Embora tenha sido construído entre 1922 e 1931, a história do Cristo Redentor remonta à época do Império. Desde 1859, o Padre lazarista francês Pierre-Marie Boss olhava para o Corcovado da janela da Igreja do Colégio da Imaculada Conceição, na Praia de Botafogo, e foi inspirado a construir ali um monumento religioso.


Paroquiana do Pe. Boss, a Princesa Isabel sabia desse desejo do sacerdote. Quando quiseram homenageá-la com uma estátua no Corcovado após a assinatura da abolição da escravatura, em 1888, ela preferiu que a imagem fosse do Sagrado Coração de Jesus, “verdadeiro redentor dos homens”.



Entretanto, em 1889, com a proclamação da República e a separação entre Igreja e Estado, o projeto não seguiu em frente.


Anos mais tarde, em 1921, com os preparativos para o centenário da independência do Brasil, o Círculo Católico decidiu dar prosseguimento a este sonho e o engenheiro Heitor da Silva Costa venceu a concorrência de elaboração do projeto.


Por sua vez, a Arquidiocese do Rio de Janeiro, assumida por Dom Sebastião Leme, promoveu a Semana do Monumento, em 1923, para arrecadar fundos para a construção.


Com a orientação do Arcebispo, Heitor da Silva Costa foi aprimorando o projeto até chegar à imagem em que o corpo do Cristo forma uma cruz, com o tronco ereto e os braços abertos.


Uma das solicitações feitas por Dom Sebastião Leme ao engenheiro foi que o Sagrado Coração de Jesus fosse colocado. Assim, um discreto coração foi moldado no peito do monumento, sendo a única parte interna revestida de pedra-sabão.


Feito de concreto armado e pedra-sabão, o Cristo Redentor possui 30 metros de altura, sem contar os 8 metros do pedestal, e seus braços se esticam por 28 metros de largura. O projeto foi concebido com a colaboração do escultor francês Paul Landowski e do engenheiro francês Albert Caquot.


As peças da cabeça e das mãos do Cristo foram moldadas, em tamanho real, em Paris (França). Vieram para o Brasil em dezenas de partes enumeradas, sendo 50 da cabeça e 8 das mãos, para que a montagem fosse feita aqui.


O monumento do Cristo Redentor foi inaugurado no dia 12 de outubro de 1931, dia de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil. Na cerimônia, Dom Sebastião Leme abençoou a obra com as seguintes palavras: “Cristo vence! Cristo reina! Cristo impera! Cristo proteja de todo mal o seu Brasil!”.


#CristoRedentor #RiodeJaneiro #ArquidiocesedoRiodeJaneiro

DESTAQUE