• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon

Papa recebe Maduro: aliviar o sofrimento do povo



Maduro após encontrar o Papa - AFP


Cidade do Vaticano - O Papa Francisco recebeu em audiência no Vaticano, no início da noite de segunda-feira (24/10), o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.


De acordo com um comunicado da Sala de Imprensa da Santa Sé, o encontro, de caráter privado, se realizou no “âmbito da preocupante situação de crise política, social e econômica que o país está atravessando e que se repercute duramente na vida cotidiana de toda a população”.


“Deste modo – prossegue a nota –, o Papa, que se preocupa com o bem de todos os venezuelanos, quis continuar oferecendo a sua contribuição a favor da estabilidade institucional do país e de tudo o que possa contribuir para resolver as questões em aberto e criar confiança entre as partes”.


Diálogo


Francisco convidou Maduro a “empreender com coragem o caminho do diálogo sincero e construtivo, para aliviar o sofrimento do povo, dos pobres em primeiro lugar, e promover um clima de renovada coesão social que permita olhar para o futuro da nação com esperança”.


A audiência foi anunciada poucos minutos da sua realização pelo Presidente Maduro, em um tuíte, e antecede um encontro entre representantes do Governo e da oposição, marcado para 30 de outubro, na ilha de Margarita (Venezuela), com a mediação da Santa Sé.


O Vaticano nomeou como seu mediador no processo de diálogo na Venezuela o Núncio Apostólico na Argentina, Dom Emil Paul Tscherrig.


O diplomata vaticano disse à imprensa que o objetivo do encontro do próximo dia 30 de outubro é procurar criar “um clima de confiança, superação da discórdia e a promoção de um mecanismo que garanta a convivência pacífica” entre governo e opositores.


A crise política no país sul-americano agravou-se nos últimos dias, depois que o Conselho Nacional Eleitoral bloqueou a realização de um referendo sobre a continuidade de Maduro na presidência.

A crise política na Venezuela soma-se a uma crise econômica, com dificuldades no acesso a alimentos, medicamentos e artigos de higiene.


O último encontro entre o Papa Francisco e Maduro se realizou em junho de 2013.

#Maduro #Venezuela #PapaFrancisco #IgrejaCatólica

DESTAQUE